LinkNews

Link conquista especialização ODI Oracle

A Link entra em 2016 com o pé direito e soma mais uma especialização Oracle, agora em Oracle Data Integrator (ODI). A distinção vem juntar-se a outras tantas, e ODI é já a oitava plataforma Oracle em que a Link detém a qualidade de Specialized Partner:

  • Oracle Service-Oriented Architecture (SOA) Suite, em 2011
  • Oracle WebCenter Content, em 2011
  • Oracle Unified Business Process Management, (BPM) em 2012
  • Oracle Application Grid, em 2012
  • Oracle Business Intelligence Foundation, em 2012
  • Oracle Business Intelligence Foundation Suite, em 2014
  • Oracle Application Development Framework (ADF), em 2014
  • Oracle Data Integrator (ODI), em 2016

 

O que é ODI?

Oracle Data Integrator é uma das mais completas plataformas de integração de dados do mercado, focada na rápida circulação de extensos volumes de dados e no tratamento de complexas transformações de dados. Produzida pela Oracle e desenvolvida em Java, a ferramenta não só fornece acesso contínuo a uma multiplicidade de dados (analíticos e operacionais) em toda a empresa – garantindo que a informação é oportuna, precisa e consistente em todos os sistemas complexos –, como apresenta os dados numa visão totalmente unificada e permite a sua gestão centralizada.

 

Projeto de referência

Para o reconhecimento da expertise da Link em ODI, foi fundamental a apresentação do projeto implementado na OTLIS – Operadores de Transportes da Região de Lisboa, por ser bastante representativo das potencialidades que a plataforma oferece a uma empresa com uma necessidade mais crítica de unificação e centralização dos dados como é a OTLIS, enquanto empresa com várias empresas aderentes.

Manuel Fonseca, gestor do projeto na OTLIS por parte da Link, confirma a criticidade do trabalho desenvolvido por esta entidade: «temos outros projetos relevantes em ODI (na Sonae, por exemplo), mas a OTLIS é provavelmente a nossa maior referência. Processa cerca de dois milhões de transações por dia, o que é realmente impressionante. O volume de dados transacionados atinge o gigabyte por dia e, em certas épocas, chega mesmo aos dois gigabytes.»

De facto, na qualidade de ACE dos transportes, a OTLIS conta hoje com 26 operadores aderentes, propondo-se «criar uma plataforma tecnológica de bilhética comum a todos os operadores de transportes e mobilidade e harmonizar os diferentes sistemas rumo a um sistema de bilhética único» (site institucional). Neste contexto, o ODI tem sido fundamental à atividade corrente da organização, oferendo uma noção consolidada da distribuição do tráfego (em função das transações) entre os vários operadores.

 

Outras especializações

José Rodrigues, business manager de BPM e WebCenter da Link, mostra-se confiante na obtenção de mais especializações Oracle até ao fecho de 2016. Até lá, a equipa da Link continuará a mostrar que possui as competências e o domínio dos softwares necessários para responder adequadamente às necessidades das empresas mais exigentes.